Fundação da FENABCI

 

FENABCI

 

          Presidida por Derivaldo Alves, a Federação Nacional dos Bombeiros Civis - FENABCI foi oficialmente criada no dia 1º de dezembro de 2015, quando o Ministério do Trabalho e Emprego concedeu a Certidão Sindical a entidade. A luta para a fundação da Federação Nacional começou no ano de 2012, através de dirigentes sindicais dos SINDBOMBEIROS de várias regiões do país. A primeira reunião de fundação da FENABCI foi realizada no dia 08 de novembro de 2013, na sede do Sindibombeiros/SP, com representantes dirigentes sindicais da categoria de seis estados brasileiros:

São Paulo (Derivaldo Alves),

Bahia (Joselito Sena, Rubem Santos, George Barreto e Antônio Santos),

Espírito Santo,

Minas Gerais,

Rio Grande do Sul e

Santa Catarina.

A FENABCI organiza a luta conjunta entre os estados onde já existem entidades sindicais organizadas, além de outros estados que ainda não possuem representação específica de bombeiros. Lutas no sentido de ampliar a pauta de reivindicações dos bombeiros civis em todo território brasileiro. Cada sindicato estadual deverá encaminhar os seus problemas à direção nacional da entidade, para juntos, a cada encontro, definirem a agenda e as reivindicações.

Por unanimidade, o presidente do Sindibombeiros do estado de São Paulo, Derivaldo Alves foi eleito para assumir a Presidência da FEDERAÇÃO.

No Sr. Samuel dos Santos, presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis de Santa Catarina, disse que “a nova federação vai fazer com que a categoria se desenvolva cada vez mais, vai ampliar nosso mercado de trabalho, gerando renda e estabilidade social”.

O nosso presidente, do Sindicato dos Bombeiros Civis da Bahia, Joselito Sena, falou sobre a importância da nova federação e a gratidão que os companheiros do seu Estado têm por Derivaldo Alves (então presidente da FENABCI).

“Quero registrar o orgulho e a alegria de participar deste momento, pois entendo que é o dia mais marcante de nossa história”, afirmou Juliano Coelho da Silva, presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis de Minas Gerais. Ele defende a união entre os sindicatos e o enfrentamento dos problemas da categoria, como a melhoria da qualidade dos cursos de formação.

Para Vilmar Oliveira da Rosa, presidente do Sindicato dos Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul, a partir de agora, a categoria vai ficar mais forte, com muito mais representatividade. “Sabemos da competência do senhor Derivaldo, em sua luta há mais de 20 anos, e ele pode contar com os bombeiros gaúchos”, concluiu.  

Palavra final do Presidente na cerimônia:

Em suas palavras, Derivaldo Alves, presidente da Fenabci e do Sindibombeiros de São Paulo, agradeceu a presença de todos e lembrou das idas e vindas a Brasília, na batalha pela regulamentação da categoria (Lei 11.901/2009), e dos vários “nãos” que ele e alguns companheiros recebiam dos deputados. “Com a federação, nós agora temos peso para discutir os problemas nacionais. Isto é importante”, avaliou Derivaldo. “A federação lutará para o cumprimento da lei que regulamentou a categoria, em todos os estados brasileiros”.

A cerimônia foi concluída. De lá para cá, inúmeras conquista foram desfrutadas pela Categoria.

 

DERIVALDO ALVES DO NASCIMENTO

Presidente da FENABCI - Brasil